Os concelhos de Santiago do Cacém e de Sines, na Costa Alentejana, vão ter uma programação mensal de teatro de companhias nacionais e estrangeiras, no âmbito do projeto Litoral EmCena, que prevê perto de 100 espetáculos em dois anos.

 
O Litoral EmCena é um projeto intermunicipal promovido pela AJAGATO em parceria estratégica com as Câmaras Municipais de Santiago do Cacém e de Sines que tem luz verde para avançar após ter sido aprovada recentemente uma candidatura a fundos comunitários no âmbito do FEDER, ao abrigo do Aviso de Concurso com o no ALT20-14-2020-02 - Património Cultural.

 
O projeto consiste na apresentação mensal de espetáculos de teatro de companhias profissionais nas três cidades do triângulo urbano Sines-Santiago do Cacém-Santo André e nas sedes das freguesias rurais dos dois municípios.

 
Os espetáculos incluídos no programa são de grande qualidade, apresentados por atores de excelência e de companhias teatrais de referência em Portugal e no estrangeiro.
A programação foi preparada como um festival de longa duração, com uma grande variedade de linguagens artísticas e estéticas que tem como um dos principais objetivos o desenvolvimento de fluxos de público para o Teatro, bem como a projeção desta região alargada como centro de criação, pesquisa e divulgação teatral.

 
Para 2021, estão previstos 50 espetáculos apresentados por 13 companhias de teatro que, a partir do mês de Maio, vão passar por Vila Nova de Santo André, Santiago do Cacém e Sines, mas algumas também por localidades rurais do interior dos concelhos.

 
Além dos locais, GATO SA e Teatro do Mar, estão programadas companhias profissionais reconhecidas do nosso País como A Comuna, A Barraca, Este – Estação Teatral e Artistas Unidos, entre outras. Os palcos da região vão acolher também companhias que se estreiam em Portugal, vindas de França - COLLECTIF 2222- , Alemanha – Bodecker & Neander Ca- e da Estónia – Giraffe Royal Theatre.

 
Teatro em sala e na rua, exposições, workshops e masterclasses fazem parte de uma programação geralmente apenas reservada a grandes salas de espetáculo das maiores cidades do País, contribuindo assim também para uma descentralização da cultura e para combater desigualdades territoriais de acesso à cultura.

 
A aprovação da candidatura representa uma importante alavanca para o desenvolvimento de um projeto cultural com escala, mobilizador de recursos culturais e institucionais endógenos e gerador de atratividade do território do Litoral Alentejo.

 
O Litoral EmCena foi concebido tendo em perspetiva a criação de uma dinâmica cultural no Alentejo Litoral que reforce os argumentos de atração turística da região, recorrendo a um leque variado de espetáculos teatrais de qualidade a nível de linguagens estética e artística.

 
Ao mesmo tempo, o projeto pretende contribuir para contrariar a sazonalidade turística, com um programa que se estende ao longo do ano e não se foca apenas na época alta, e levar teatro e visitantes às freguesias rurais do interior dos concelhos de Sines e de Santiago do Cacém, que também irão acolher espetáculos.

 
A candidatura aprovada tem um valor elegível de 201.504,00€, comparticipado em 171,278,00€ (85%), pelo FEDER, sendo os restantes 15% assegurados pelos municípios de Sines e de Santiago do Cacém. O investimento total necessário é no entanto superior em cerca de 50 mil euros, para o que a AJAGATO recorreu a patrocínios de entidades públicas e privadas, estando alguns apoios confirmados e outros pendentes de resposta.

 
O projeto EmCena integra o Programa de Acção da EEC PROVERE "Entre a Serra e o Mar" liderado pela Associação Rota Vicentina e apoiado pelo Programa Operacional
Alentejo 2020.

Litoral EmCena - Logo_preto.png